Twitter | Search | |
revista piauí
_pra quem tem um parafuso a mais.
17,241
Tweets
87
Following
1,483,680
Followers
Tweets
revista piauí 30m
A crise de confiança na ciência abre espaço para o negacionismo climático em um momento crítico, quando se torna urgente ampliar a mobilização social em torno da agenda ambiental. Na piauí, discute o descrédito da ciência e a crise da democracia
Reply Retweet Like
revista piauí 4h
Um bebê de oito meses morreu, no Rio de Janeiro, em decorrência do sarampo. Foi a primeira morte causada pela doença este ano – e a primeira em duas décadas no estado do Rio. Os bebês são justamente o grupo mais vulnerável à doença. Mas por quê? O =igualdades explica.
Reply Retweet Like
revista piauí 5h
Mais curioso do que nunca, o está de volta! Na estreia da quarta temporada, a camelô Maria de Lourdes e a costureira Alessandra Reis falam da rotina em mercados de trabalho informais: o das calçadas do Centro do Rio e o da Marquês de Sapucaí.
Reply Retweet Like
revista piauí 6h
Em 2019, morreram 15 pessoas por dia em acidentes nas rodovias federais. Foi a primeira vez em sete anos que o número de mortos nas estradas cresceu. O =igualdades explica essa mudança e mostra onde – e por que – esses acidentes acontecem.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 16
O miliciano Adriano da Nóbrega foi morto durante uma operação policial no sítio em que estava escondido, no norte da Bahia. O cenário, analisado por um perito, conta uma história diferente da versão dada pela polícia.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 15
Cartum de Dave Whamond publicado na piauí deste mês.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 15
“Como os partidos não fazem o trabalho que deveriam fazer, investindo em quadros e usando em suas fundações, o Renova é quem está fazendo esse papel", afirmou Eduardo Mufarej. Na piauí_161, investiga a fábrica de gestores públicos do RenovaBR.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
A morte do miliciano Adriano da Nóbrega está cercada de incongruências. Reportagem de e Yuri Silva mostra que laudo e imagens da cena da morte sugerem falhas operacionais e execução.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
O fato é que o traçado planejado da BR-163 se sobrepõe ao território de várias comunidades tradicionais da Floresta Amazônica. Caso se concretize, a extensão da rodovia cortará quatro Unidades de Conservação, seis terras quilombolas e duas terras indígenas.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
A chegada da rodovia também alimenta a imaginação de políticos locais. O prefeito de Oriximiná, Antônio Odinélio, diz que o projeto pode alavancar a economia da região, que depende sobretudo da mineração. "A gente precisa agregar valor à matéria-prima", afirma.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
O projeto, no entanto, é bem visto por parte dos moradores da região. “Com a BR ia vir energia elétrica e indústria, o que aliviaria o nosso serviço pesado", diz o agricultor Deuzimar Fernandes da Costa, que planta mandioca e sonha com melhores condições de trabalho.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
Para os indígenas, a chegada da estrada – e de tudo que vem com ela – pode ter um efeito irreversível sobre a região. “O branco não sabe tomar conta da floresta. Preferimos ficar afastados, como estamos agora", diz Aguinaldo Waratana Kaxuyana, cacique da aldeia Santo Antônio.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
“O primeiro motivo para desmatar é garantir a posse da terra”, explica Fearnside, cientista americano que trabalha no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Depois de aberta a estrada, chegam madeireiras, criadores de gado e uma série de outras atividades legais e ilegais.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
O biólogo Philip Fearnside explica que a grilagem de terras é o primeiro efeito da construção de uma estrada. Em seguida, vem o desmate. O vídeo abaixo mostra a evolução da derrubada da floresta no entorno da BR-163, de 1984 a 2016.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
Replying to @revistapiaui
A extensão da estrada tende a agravar ainda mais o desmatamento na região, que já vive uma situação crítica. Desde 2000, os municípios cortados pela rodovia – Novo Progresso, Altamira e Trairão – perderam uma área de floresta equivalente a dez cidades do Rio de Janeiro.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 14
O governo Bolsonaro inaugura hoje um trecho de 51 km da rodovia BR-163, que atravessa a Amazônia. O objetivo, depois, é estender o asfalto por mil quilômetros floresta adentro. O projeto coloca em risco áreas protegidas, terras indígenas e quilombolas.
Reply Retweet Like
revista piauí retweeted
Maria vai com as outras Feb 14
“O aleitamento materno, a priori, é um território repleto de máximas flácidas que se articulam com o preconceito: todo mundo faz isso, como é que eu não consigo?” Na _98, Margarita García Robayo contou a sua experiência com a amamentação.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 13
As circunstâncias do assassinato do miliciano Adriano da Nóbrega e sua relação com a família Bolsonaro, o congelamento do Bolsa Família e o caos produzido pelas chuvas em São Paulo. Tudo isso e mais um pouco no episódio desta semana do .
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 13
O Brasil teve 16 mil casos de sarampo em 2019, o maior número em 22 anos. Foi uma escalada veloz: em 2017, o país não tinha nenhum caso da doença. O =igualdades explica essa crise.
Reply Retweet Like
revista piauí Feb 13
[The piauí Herald] Paulo Guedes, o ministro dos maus costumes, chochou a Praça das Três Bastilhas ao defender as vantagens de não haver empregadas domésticas viajando para a Disney, por efeito da alta do dólar: “Se não têm donuts, que comam brioches”.
Reply Retweet Like