Twitter | Search | |
Fernando Dourado
Moro em SP, sou consultor em internacionalização de empresas. Além disso, escrevo para jornais, revistas e blogs. Sou escritor e palestrante. Vejam no FB!
1,273
Tweets
688
Following
156
Followers
Tweets
Fernando Dourado 17h
Reply Retweet Like
Fernando Dourado retweeted
Fiódor Feb 20
Replying to @GFiuza_Oficial
Afora o absurdo juridico, é deprimente ver o desfile de falsa erudição do ministro. Aliás, esta é a imagem do direito brasileiro (e de seus operadores): Inculto, hipócrita, afetado, falso.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 20
Filhões trapalhões, pais atabalhoados, país malservido
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 19
Não esqueçamos: não haveria essa lambança política, não estivéssemos saindo de governos populistas. O criadouro natural dessa turma, a incubadeira do desastre, chama-se PT, a terceira maior catástrofe da história do Brasil, depois da escravidão e da construção de Brasília. Taí.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 18
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 15
Replying to @capl1917 @tarsogenro
O que lhe falta reconhecer, é que essa ópera bufa está sendo encenada por obra estrita de seu partido que de tanto ser sectário, de tanto ter inoculado no Brasil a cultura do ódio, de abrigar tanto pulha, pariu o que parece à sociedade ser vossos antípodas. Culpa sua.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 15
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 14
Família não é boa coisa para quase nada. Família costuma ser um vento freante. Serve sobretudo como escola de negociação doméstica para preparar-nos para a vida. Família no governo, sobrevoando que nem (fazem) urubus a próxima presa, é o atalho mais seguro para a paralisia.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 13
Hoje lembrei de um grande maître de São Paulo: "A esposa geralmente come uma saladinha, um peixinho, toma um copo de vinho e uma fruta, se tanto. A amante pede Champagne, coquetel de camarão e camarão à grega. Se for pistoleira, culmina com umas crêpes suzette". Eis um sábio.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 13
Ainda sobre Boechat...e D. Mercedes.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 12
Viagem a um país insólito
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 12
Wenn man Brasilien aus Weitem sieht kann man sich ganz kaum vorstellen was für Pech haben wir im Lauf des 2019 gehabt. Was ist denn mit uns los? Ich kenne manche die sagen dass seit wir gegen Deutschland 1:7 im Fussball verloren haben, ist es bei uns Schiff gegangen. Warum nicht?
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 12
I M P R E S S I O N A N T E
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 11
Ser portador (a) de uma notícia ruim, e declarar sua orfandade diante da fatalidade alheia, não transforma gente despiedada em pessoas necessariamente virtuosas. O quilate dos sentimentos não se mede pelos decibéis dos choros por mortos ilustres, mas pelas dores do dia a dia.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 11
Fico sentido com a morte do brioso jornalista Ricardo Boechat . Não era sempre que concordava com suas ênfases nem com seu tom. Mas gostava do homem afável e inteligente, que começou como assistente de Ibrahim Sued, e que era simático comigo na noite paulistana.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 11
Eu até que tentei ser um deles...
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 10
Lá vem uma semana em que uma hora não será igual à outra, muito menos os dias. Começá-la no Recife é sempre garantia de alegrias. Em São Paulo, a partir da terça, conto ver o amigo para tocarmos os planos. Ao amigo , votos de breve reencontro.
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 10
Replying to @capl1917
Tem mais grave...podia ser "Estoniano em uma semana"
Reply Retweet Like
Fernando Dourado Feb 9
Para quem tiver paciência...como .
Reply Retweet Like
Fernando Dourado retweeted
Vera Magalhães Feb 8
Aqui tudo parece que é ainda construção e já é ruína.
Reply Retweet Like